21 de setembro de 2005

Crônicas de Elevador é um blog e ao mesmo tempo uma solução para ser usadas nos momentos incômodos do dia-a-dia. São crônicas muito rápidas e curtas (tá, eu sei, todas são assim) para as pessoas das cidades grandes que julgam não terem tempo para nada (mas que quando querem sempre arrumam um) Cabe aqui um exemplo: Botão, elevador, chegou. Abre porta e uma única pessoa no elevador. Você entra, dá aquele “oi” educado, mas que sai da garganta mas que quase não sai da boca e só. Aqueles intermináveis segundos não acabam nunca. O 3º andar nunca pareceu tão longe. E você olha para o chão, olha o andar que o elevador está (ainda no 1º) e quando resolve olhar para a pessoa que também está no elevador, percebe que ela já está olhando para você. Viu, tudo se resolve com uma crônicazinha impressa e estrategicamente guardada no bolso. Entrou no elevador, saque-a do bolso e antes mesmo de o elevador ir do terréo para o 3º andar você já digeriu toda uma crônica. Rápido, prático e indolor.

Aqui vale um apêndice (não aquele orgão que a gente tem e que não serve para nada).
Às vezes vão aparecer algumas coisas que ando fazendo aqui na agência – propaganda pessoal, propaganda – que se encaixa bem neste blog.

Visto que propaganda é uma coisa que olhamos rapidinho e nem lembramos mais, até a hora que vamos comprar o papel higiênico e não sabemos porque estamos levando o papel higiênico HiperMegaBlaster Macio 3 vezes mais caro que o concorrente. (Ah! O apêndice – orgão - tem sim utilidades: a 1º é doer, e muito e a 2º é dar dinheiro para os hospitais extirparem isso da gente. Ou seja, este orgão tem a mesma função do dente do Siso. Fuder com o dia da gente.).

Agora chega, porque o que era para ser rápido, já se extendeu demais.

7 comentários:

Rod Pendergrass disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ViralNews disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Deodato disse...

Bacana, Bahia! Coloca aquele conto que eu escrevi sobre a revolta das coxinhas! Hahaha! Abraços!

Paixão disse...

Oi amor...!!!
Adorei esse site, ja tinha te falado né!!!
Acho q vc escreve muuuito bem e escreve coisas mto verdadeiras e q acontecem realmente com a gente!!! Adorei mesmo!!! hehehe
Te amo!!!
Beijinhos

Jackie disse...

meu blog
Cara, se ainda pensa nos quadrinhos põe algum aí. A idéia era boa.

Pikena disse...

Dindoo....
adorei oq vc escreveu sobre o apendice e o siso...tive q tirar os dois tbm e a dor eh MUUUUUITO grande.. =//

Adorei esse blog...quando comentar la no meu fotolog, deixa o endereço para eu entrar sempre, se nao eu esqueço :p

Beijos Pikena

A Mina disse...

oi... acho que é assim que a gente começa uma conversa que está devendo a muito tempo... ou deveria começar de outro jeito... então vamos começar de novo... Desculpa,( tb. não ficou muito legal), mas pra começar a contar a nossa cronica ou melhor essa nosso história, (pq. de curta e rapida não tem nada...), desculpa é A palavra... pelas mudanças, pela falta de tempo, pela falta, pelo tempo... e por todo o resto... (...o tempo corre contra mim sempre foi assim sempre vai ser...) não era bem assim que eu gostaria de começar, mas agora já ta no fim, então termina... pra começar tudo de novo...