4 de abril de 2007

Quer água de que sabor?

Deus esqueceu o aquecedor ligado e deixou as janelas fechadas. As pessoas andam na rua parecendo torradas pulando da torradeira. Derreto como um cubo de gelo dentro do meu carro. São Paulo virou o Saara.

De repente: um Oásis! Uma geladeira cheia de garrafinhas de água!

Estaciono meu carro, que contrário dos camelos, não passa um dia sem beber (não posso reclamar, puxou o dono).

Abro a geladeira, o ar gelado que dela sai me faz sentir a água hidratando meus poros, matando minha sede! Estico minha mão, mas peraí, não tem água!
Quer dizer, tem, mas não tem. Aquela sem gosto, sem cor e sem cheiro não.
Tem água com gosto, cor, cheiro, marca tipo calórico. Daqui a pouco vão inventar só água em Pó – Pronta para consumo, basta adicionar água! Vai acabar com a sede no nordeste.

Fico indeciso.

“Hoje vou tomar água com gás ou sem gás?”

Sem gás! – Me decido, eu acho?

Com sabor ou sem? – Mais essa?

Se for “sem sabor” experimento a água que brota das fontes termais do Jalapão ou à aditivada com minerais hidratantes extraídos dos calcários rochosos das montanhas da Ilha de Java? Quem sabe água virgem das montanhas de gelo dos Alpes Suíços que derretem direto dentro da garrafa? Dizem que levam anos de gota em gota pra encher uma garrafinha de 500ml.

Mas eu acho que hoje minha sede está pedindo sabor – isso porque até segundos atrás minha sede pedia água. Pura. Incolor e inodora, apenas gelada. Muito gelada.

Será que eu fico com a já tradicional água sabor limão (sabor tradicional de água deveria ser “Sem Gosto”) ou experimento essa com suave sabor dos Morangos Silvestres da costa de Papoa Nova Guyné? Mas e a de Jabuticaba-Selvagem da caatinga nordestina com toque de pequi? Melhor, talvez essa de Laranja cítrica com essência de Orquídeas albinas do centro-oeste asiático?

Sabia que nesse calor estava tendo alucinações e o Oásis não passava de miragem. Ali tinha tudo, menos água.

Desisto.

Pego uma Coca-Cola. De um jeito ou de outro é água com gosto artificial.

Um comentário:

Sendy disse...

Água boa mesmo, é água de chuva... como aquela que vc. fez eu tomar, tentando fazer com que eu não tomasse ... Acho que isso dava uma crônica...hahahaha