12 de fevereiro de 2007

Onde o Super-Homem corta o cabelo?

Ao assistir Superman: Returns, algumas perguntas começaram a explodir na minha cabeça. E se o Super-Homem existisse no mundo real, como ele resolveria as situações do dia-a-dia?

O disfarce é fajuto, mas quem acreditaria que aquele seu amigo desajeitado, de óculos, que calça um sapato parecido com o dos palhaços (Clark Kent deve usar sapatos uns três números maior que o seu pé só para caber a bota), um região glútea à la Carla Perez (porque é ali que deve ficar enrolada a capa) e sempre de terninho bege – ainda bem que ele não mora no nordeste se não tostava - é o Deus de plantão? Não dá para acreditar.

Aliás, ele deve gastar todo o salário de repórter na Colombo, comprando ternos de 99,00 reais e camisas na C&A, já que a cada tentativa de salvar o mundo é um kit-terno completo que vai para o saco. Daqui a pouco vai ter que ser criada uma ONG para salvar a sua conta-bancária.

E as necessidades fisiológicas, como ficam com tanta roupa? Só o super-heróis tiram à cueca primeiro que a calça para dar ir ao banheiro. O Super-Homem deve conseguir fazer o processo calça-cueca-calça bem rapinho com sua super-velocidade. Mas o Batman caga nas calças.

Tudo bem que os caras são super-heróis, mas eles não tem senso de estilo. Roupas de cores berrantes com cueca por cima da calça é tão brega que em X-Men: O Filme há uma piadinha sobre isso.

Mas apesar do mau gosto para roupa o Homem-de-Aço é metro sexual. Ele só combate o crime depois de passar gel no cabelo e deixar des-propositalmente uma mecha des-penteada em formato de “S” na sua testa. Só não me pergunte onde ele guarda o tubinho do gel.

Para o Superman resolver essas paradas são fáceis, difícil deve ser encontrar alguém que consiga cortar o seu cabelo. Não importa se ele enfrentou um furacão ou entrou num vulcão, o cabelo não despenteia nem chamusca. Então onde ele arruma uma super-tesoura para cortar seu super-cabelo? No Jassa que não é.

Unha ele roí com certeza. Tem cortador de unhas que não corta as minhas que dirá as dele.

E as reações involuntárias então? Se nosso espirro sai a centos km/h, quando ele espirra os E.U.A são assolados por furacões. E se um dia ele brincar de peidar na água para fazer bolinhas às cidades costeiras do mundo vão sofrer com novos Tsunamis.

Mas ainda bem que ele não existe de verdade, já imaginou se ele tem uma super-ereção na hora do sexo e seguida de uma super-gozada? Coitada da garota.

2 comentários:

Paixão disse...

Não sabia q vc já tinha visto esse filme...

indiesbc disse...

"Só não me pergunte onde ele guarda o tubinho do gel."

LOL!